Valorização da cultura afro-brasileira na escola

Com a temática “Ubuntu – Eu sou porque nós somos”, o Centro de Ensino Fundamental 05 de Taguatinga abriu as portas para comunidade local em um evento que abordou toda riqueza e beleza da cultura afro-brasileira. A ação foi proposta em celebração ao mês da Consciência Negra e ofereceu uma programação desenvolvida por professores e estudantes, iniciativa que fortalece a sustentabilidade proposta pelo Aprender Comunidade.

Com o incentivo do Aprender, os alunos apresentaram em coral canções típicas da cultura africana. Em aulas de canto ministradas em parceria com Jhoseph Will, professor de Técnica Vocal e Canto, foram destaque no coral as músicas Si Mama Kaa e Banaha. Para Will, as aulas impactaram para além das técnicas de canto. “Junto a essa rica mensagem de valorização e igualdade racial, pude perceber a importância da música na vida dos alunos. Vi ali uma oportunidade de trabalhar a timidez, a expressão vocal e corporal, trazendo maior desenvoltura para cada aluno. Espero ter contribuído para a construção de uma comunidade melhor, plantando essa semente da música através da arte”, afirma.

Para fortalecer a rede de apoio da comunidade local, a escola ganhou um mural representativo do Ubuntu, oferecido pelo Projeto Taguatinga Plural, que desenvolve nas escolas públicas da cidade a promoção da educação antirracista na prática.

‘Ubuntu – Eu sou porque nós somos’ contou com exposições de quadros de símbolos africanos, personalidades negras, história e movimento abolicionista, coral de canções africanas Si Mama Kaa e Banaha, oficinas de abayomi, tranças e pinturas de máscaras africanas, experiência gastronômica, jogos africanos, desafio de conhecimentos, teatro de sombras, rimas, poesias e muito mais!

Confira mais na galeria abaixo:

Esta Gostando? Compartilhe

Facebook
WhatsApp

Veja mais notícias