Você sabia que o Centro de Ensino Fundamental 5 de Taguatinga está com um projeto super legal em 2022 e você pode fazer parte dele?

Somos o Aprender ComUnidade e temos como objetivo formar uma escola comunitária que seja reconhecida como um verdadeiro território de aprendizagem onde a transformação social e o aumento da aprendizagem formal se combinam em uma estratégia transformadora da realidade social, gerido pela IECAP – Agência de Transformação Social, a partir do chamamento público 04/2019 da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal – FAP/DF e da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Com base em uma pesquisa internacional da Inlcud-Ed realizada durante 5 anos por 15 universidades de diferentes países da Europa e Américas, organizada pelo Centro de Investigação em Teorias e Práticas de Superação de Desigualdades, promovida pela Universidade de Barcelona para identificar atuações executadas em escolas de muitos países dos continentes Europeu e Americano, para superar o atraso e a evasão escolar, bem como minimizar o risco social que jovens em condição de vulnerabilidade enfrentam, o Aprender ComUnidade toma emprestada toda essa expertise e coloca a disposição da educação pública do Distrito Federal no sentido de gerar soluções que fomentem uma aprendizagem prática , que gere significado e a construção coletiva (cocriação) de estratégias capazes de gerar engajamento de todos os entes da Comunidade Escolar.

A criação de um Território de Aprendizagem Comunitária envolve a ação de todos os entes da Comunidade Escolar (pais, estudantes, professores e comunidade geral) na construção de uma educação dialógica, capaz de promover a aquisição de habilidades que facilitem a construção das competências do século XXI como expresso na Base Nacional Comum Curricular – BNCC, que é um documento normativo que define o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidade da Educação Básica.

Na BNCC, competência é definida como a mobilização de conhecimentos (conceitos e procedimentos), habilidades (práticas, cognitivas e socioemocionais), atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho.

Diálogo igualitário

O que o outro fala é importante. Não devemos considerar função, origem, idade, sexo ou classe social quando se está disposto a ouvir e valorizar. Compartilhar é o nosso foco, sejam necessidades, dificuldades, metas, glórias ou realizações.

Transformação

A escola muda a pessoa, a pessoa muda a comunidade e a comunidade muda a escola. A escola é o agente de mudança social e redução de desigualdades.

Solidariedade

Princípio identitário de uma comunidade, sentimento de corpo, de pertencimento. Os problemas da comunidade passam pela necessidade de ação dos indivíduos que podem mudar a si e a comunidade. Problemas e soluções sempre serão para todos!

Inteligência cultural

O verdadeiro conhecimento acadêmico não despreza os saberes culturais que lhe deram origem. É a busca pela personalização.

Conhecimento instrumental

Não existe transformação sem aquisição de ferramentas do saber: ler, calcular, interpretar, ter empatia, lidar com as emoções e assim por diante.

Criação de sentido

Aprendemos mais quando sabemos a utilidade daquilo que é ensinado e por isso, o estudante é parcela ativa do aprendizado e não somente alguém que recebe conteúdo.

Igualdade de diferenças

Não existe igualdade sem equidade. Pessoas diferentes, caminhos diferentes, necessidades diferentes e, nas suas diferenças, precisam da uniformidade de oportunidades para atingir seu máximo desempenho independentemente de suas condições originárias.

Grupos Interativos

Reorganizar o espaço de sala de aula permitindo que os estudantes aprendam em grupos heterogêneos, ofertando desafios de aprendizagem para serem solucionados mediante a pesquisa e o diálogo entre os pares.

Participação da Comunidade

A escola passa a ter Comissões Mistas (professores, estudantes, comunidade) que auxiliam a gestão na busca de diferentes soluções em diferentes áreas.
Currículo, frequência, planejamento de atividades, ganham reforço em suas deliberações. Dividir responsabilidades amplia as possibilidades.

Resolução de Conflito

Relacionamentos podem gerar conflitos. Uma forma de resolver conflitos é a ética procedimental que mostra que regras construídas de forma coletiva e por meio democraticamente deliberativo tendem a ter maior adesão. O diálogo deve levar ao consenso e diminuir o conflito.

Biblioteca Tutorada

A biblioteca se moderniza, ganha telas e novas funções. Passa a ser um local de lazer, ampliando o tempo de estudo com estratégias lúdicas e direcionadas. Como toda árvore do saber, ela precisa brotar e ocupar outros espaços na comunidade: centro comunitário, comércios e outros serão incentivados a ceder espaço onde voluntários atenderão demandas de reforço.

Escola da Família

Aprimorar os instrumentos do saber a partir da ação da escola com oficinas que trazem a comunidade para escola gerando transformação social com foco no empreendedorismo.

Tertúlias Dialógicas

Tertúlias Dialógicas são uma das ações educativas de sucesso que se desenvolvem nas comunidades de aprendizagem que compreendem em uma construção coletiva de sentido e conhecimento baseado no diálogo com todos os alunos e participantes da tertúlia.

Formação Pedagógica

Desenvolver um profundo, rigoroso e ético sistema de Formação Continuada Profissional para atender a Base Comum Curricular para Formação Continuada. Vamos nos tornar referência em Formação Continuada para a Rede do DF.

Participar como voluntário no Aprender ComUnidade é uma oportunidade de auxiliar na construção de uma solução educacional replicável para as escolas públicas e ser um agente de transformação social de jovens que em breve estarão atuando na construção de uma nação menos desigual e que proporcione melhores oportunidades para todos.

Participar é simples! Uma escola tem espaço para receber todos os tipos de auxílio em atividades que podem ser feitas presencial ou remotamente.

Ajude uma criança a aprender mais

A biblioteca tutorada precisa da sua ajuda para atender muitos jovens que tiveram perda de aprendizagem na pandemia. Juntos podemos diminuir os déficits de aprendizagem e possibilitar que nossos estudantes cheguem mais rapidamente a aprendizagem adequada reparando as perdas da pandemia.

Ensine uma habilidade a alguém

A Escola da Família precisa de voluntários para ministrar diferentes cursos e oficinas que são de total interesse da comunidade. Em tempos de emprego raro, aprimorar-se ou se aprender a empreender pode ser uma boa solução para famílias vulneráveis..

Atue em uma Comissão Mista

Comissões que a escola cria para auxiliar na organização da mesma e de tudo que a envolve, seja uma decoração ou até mesmo uma monitoria de aprendizagem. Venha, precisamos de sua experiência para modernizar os processos de gestão da escola.

Aqui no Aprender ComUnidade o seu talento, trabalho e disponibilidade são fundamentais para o sucesso do projeto. Seja empresário, comerciante, autônomo, dona de casa ou simplesmente um vizinho do CEF 5, você pode se envolver e participar na construção de uma escolha melhor para comunidade.

Participar é simples! Aqui temos espaço para receber todos os tipos de auxílio em atividades que podem ser feitas presencial ou remotamente.

Faça parte do Aprender ComUnidade
Mais informações: (61) 99147-6982
Ficou interessado? Que fazer parte da transformação
da nossa realidade escolar?

en_US