Agosto Verde contempla o primeiro mês de visitas domiciliares do Programa Criança Feliz Brasiliense em 2021

As visitas foram realizadas em 16 regiões administrativas do Distrito Federal e atenderam 2144 beneficiários

Lançado pelo Ministério da Cidadania em 2021, a campanha do Agosto Verde, mês da primeira infância, tem como objetivo evidenciar a importância do desenvolvimento da criança nesta etapa. Pesquisas demonstram e fundamentam que estimular as crianças para seu desenvolvimento humano integral tem grande potencial e age positivamente ao longo da vida.

Uma das ações que contribuem e evidenciam a importância desta campanha é o Programa Criança Feliz, considerado o maior programa de visitação domiciliar do mundo, segundo informações do Ministério da Cidadania. O Programa tem como objetivo a promoção do desenvolvimento integral durante a primeira infância e fortalecimento de vínculos entre cuidador e a criança por meio de visitas domiciliares e da articulação entre políticas públicas. Em sua edição no Distrito Federal, as visitas domiciliares do Programa se iniciaram em 30 de julho de 2021, fruto da parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedes-DF) e a IECAP – Agência de Transformação Social.

O primeiro mês de atuação do Programa em 2021 foi marcado pelo atendimento junto aos beneficiários a partir da acolhida das famílias e da realização das primeiras atividades na promoção do desenvolvimento integral das crianças, totalizando 5075 visitas realizadas. Entre os dias 30 e 31 de julho, 224 famílias receberam as primeiras visitas domiciliares do Programa e até 28 de agosto as ações do Criança Feliz Brasiliense atenderam 2144 indivíduos com Cadastro Único atualizado, entre eles gestantes, crianças de 0 a 3 anos e crianças de 3 a 6 anos contempladas pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC). No DF a equipe de visitação é composta por 8 supervisores e 106 visitadores que atendem as seguintes regiões administrativas: Riacho Fundo I, Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Planaltina, Sobradinho, Fercal, Brazlândia, Ceilândia, Paranoá, Varjão, Itapoã, Taguatinga, Estrutural, Samambaia, Gama e Santa Maria.

O Programa é executado no DF por meio do Termo de Colaboração 02/2021, formalizado para execução das ações de orientação de promoção ao desenvolvimento infantil por meio das visitas domiciliares de forma sistematizada e registradas por meio da metodologia do projeto.

As inscrições para participação do Programa são realizadas por meio do encaminhamento do CRAS das localidades atendidas, mas também podem ser realizadas por meio do contato via Whatsapp diretamente neste link.

Desenvolver essa janela de experiências na infância, e que serão parte de toda a vida, é uma ação que constrói caminhos e oportunidades equilibrados e saudáveis para o desenvolvimento dos indivíduos não apenas em seu progresso pessoal, mas para atuação na sociedade.

en_US